Oeste da Bahia

Oeste: Líder comunitário é baleado por seguranças de conglomerado agropecuário

Trabalhadores rurais acusam seguranças do conglomerado agropecuário Estrondo – tido como o maior da América Latina  – de atirar e ferir um líder comunitário em Formosa do Rio Preto, extremo oeste baiano. Jossinei Lopes Leite, diretor da associação comunitária da Cachoeira, foi atingido na perna quando tentava resgatar animais que teriam sido capturados por seguranças da Estrondo.

Conforme relato do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, Leite e outros “geraiseiros”, nome dado aos habitantes do cerrado, saíram a campo em busca do gado que criam soltos no Cerrado do Alto Rio Preto. Quando perceberam que os animais haviam sido recolhidos pelos seguranças da Estrondo, cobraram a devolução dos animais, quando teriam sido “recebidos à bala”.

Ainda segundo relato, Leite foi levado para um hospital da região e depois liberado. Não há mais informações sobre o estado de saúde dele. O fato ocorreu na última quinta-feira (31).

Sobre o autor

Amilson Rodrigues

Bacharel em Economia com Pós-graduação em Administração Financeira, MBA Executivo em Mercado de Capitais, apaixonado por comunicação e novas tecnologias. Especialista em Plataforma Worpress, SEO (Otimização para sites de Busca) e Marketing Digital e também sou apaixonado por histórias e por isso eu repito quem não tem história não tem vida. E quem não tem vida, vive em guerra consigo.