Diversos

Oeste da Bahia – Começam obras na BR-135/BA em Coribe

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) deu início às obras de ampliação e melhoramentos em um trecho de 67,1 km da BR -135/BA, entre municípios de Côcos e Coribe.

Cerca de 120 funcionários do consórcio CBV/EBRAE/Geosistemas, responsável pelas obras, estão atuando no Lote 4 da BR-135/BA localizado entre os km 381,4 e km 448,5. Atualmente a frente de obra está concentrada entre o distrito de Vila Nova, em Coribe, e o núcleo urbano do município, e a empreiteira já realizou a terraplenagem, a supressão vegetal e a limpeza de terreno em vários pontos.

Salvamento Germoplasma
Foto: UFPR/ITTI

As principais intervenções da obra preveem a ampliação da pista de rolamento, implantação de acostamento, adequação de pavimento, melhorias no sistema de drenagem e os contornos rodoviários de Coribe e do Distrito de Vila Nova, com o objetivo de tornar a rodovia mais segura.

Meio ambiente
Por causa do empreendimento, equipes do Instituto Tecnológico de Transportes e Infraestrutura (ITTI) da Universidade Federal do Paraná (UFPR) já estão executando e supervisionando diversos programas ambientais no Lote 4. A UFPR é responsável pela Gestão Ambiental das obras, trabalho que é executado em cooperação com o Dnit.

A gestora ambiental está acompanhando de perto as atividades do CBV/EBRAE/Geosistemas, monitorando o trabalho de supressão vegetal e de limpeza de terreno realizado na faixa de domínio da rodovia. O engenheiro ambiental da UFPR/ITTI, Jhonatan Zonta, explica que o trabalho feito pela Universidade é o de orientação dos trabalhadores, como local de depósito do material lenhoso e os tipos de corte que devem ser feitos nas árvores, por exemplo.

Obras Lote 4
Foto: UFPR/ITTI

Outra ação realizada pelos supervisores ambientais foi o salvamento de germoplasma, que tem como objetivo identificar, resgatar mudas e coletar sementes de espécies ameaçadas de extinção da região. “Esse material futuramente será utilizado em áreas de plantio compensatório como forma de preservar a flora local. É uma forma de minimizar os impactos da obra sobre a biodiversidade regional”, explica o engenheiro florestal da UFPR/ITTI, Leonardo Treml.

A equipe de Gestão Ambiental também executou o Programa Proteção à Fauna, por meio do Subprograma de Afugentamento e Salvamento de Fauna Silvestre. Durante remoção da vegetação, os supervisores ambientais são responsáveis pela identificação e retirada de ninhos, tocas e animais silvestres presentes nas áreas a sofrerem supressão vegetal. “O local só é liberado para o trabalho se não houver nenhum impedimento relacionado aos animais”, alerta Zonta.

Gestão Ambiental
Para diminuir os possíveis impactos ambientais causados pelo empreendimento, o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) e a Universidade Federal do Paraná, por meio do Instituto Tecnológico de Infraestrutura de Transportes (UFPR/ITTI), firmaram em 2013 um Termo de Cooperação para a regularização ambiental da BR-135 BA/MG, entre Barreiras/BA e Itacarambi/MG.

Durante as obras, a UFPR/ITTI fará a Gestão Ambiental do empreendimento entre Barreiras/BA e Manga/MG, realizando e supervisionando ações que reduzam danos que eventualmente poderão ser causados à natureza e às pessoas.

Sobre o autor

Amilson Rodrigues

Bacharel em Economia com Pós-graduação em Administração Financeira, MBA Executivo em Mercado de Capitais, apaixonado por comunicação e novas tecnologias. Especialista em Plataforma Worpress, SEO (Otimização para sites de Busca) e Marketing Digital e também sou apaixonado por histórias e por isso eu repito quem não tem história não tem vida. E quem não tem vida, vive em guerra consigo.

1 comentário

Click here to post a comment
  • … [Trackback]

    […] Find More on|Find More|Find More Infos here|There you will find 46714 more Infos|Infos to that Topic: mimosodooeste.com/oeste-da-bahia-comecam-obras-na-br-135ba-em-coribe/ […]